Sartre e Céu

Sartre e Céu

Por Luiz C Leite

Jean P. Sartre(1905-1980), filósofo francês, afirma em sua filosofia:“O homem é livre; Deus não existe; a vontade de Deus nada significa; a capacidade criativa do homem é tudo; não há valores imperiosos vindo de um mundo superior; os valores são de criação humana. Invente o tipo de pessoa que voce quer ser, e voce será essa pessoa.

O ícone do Existencialismo francês, como todos os demais filósofos, entre acessos de loucura, sempre apresenta aqui e ali lampejos de lucidez. Num desses momentos de clareza afirma que o “homem está condenado a ser livre, porque uma vez no mundo, é responsável por tudo que faz”. Não há um determinismo que se imponha sobre o curso do homem na história, razão porque ele não pode ser excusado por seus atos.
Ser responsável significa estar em posição de responder. Segundo o pensamento de Sartre, o homem deve responder por tudo o que faz, o que está em linha com a Escritura Sagrada que de forma abundante e tácita afirma que o homem terá de dar conta dos seus atos. A diferença é que a Bíblia apresenta Aquele à quem os homens terão que prestar contas, ao passo que Sartre não.

O Existencialismo de Sartre não vitimiza o homem, antes responsabiliza-o por suas ações, não diante de Deus, mas diante de si mesmo e da sociedade; Para ele não há deuses nem demônios, antes homens, modelando ou desfigurando o mundo com suas virtudes ou vícios. Materialista em extremo, nele não há margem para considerações metafísicas. O que existe é o que se vê, o que se toca, o que se percebe objetivamente. Fora disso não há nada! Assim, o existencialismo concebe como real apenas aquilo que se vê com os olhos naturais, e ponto final.

Parece loucura negar a transcendência do homem, mas há aqueles que o fazem. Julgam, entretanto aqueles que loucos são os que insistem em fantasmagórica transcendência. Como não se pode convencer facilmente um ateu empedernido a respeito de um lugar chamado céu, resta-nos esperar pela pós-história. Saberemos então. Até lá! ou melhor, Au revoir!

Extraido do Livro Eles Profanaram o Sagrado de Luiz C Leite (Direitos Reservados)

2 comentários sobre “Sartre e Céu

  1. Na pós história nada mais restará a fazer. Muito triste, mas é uma aposta suicida.

  2. É verdadeiramente suicida a proposta do ateu…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s