Carrapatos

carrapato

Por Luiz Leite

Dia desses ouvi uma canção do início dos anos 80 que era uma espécie de hino de louvação, pasmem, a um político! Naqueles dias em que ainda causavam terror o fantasma da repressão e da truculência militar que havia tungado a liberdade política da nação, fiz coro com minha geração e cantei a Teotônio Vilela.  Meu Deus, penso hoje atônito, que tempo era aquele em que se compunha canções cheias de paixão aos nossos representantes em Brasília?

Pois Teotônio, uma das personalidades públicas mais respeitadas da história dessa república escandalosa e impudica, ficou conhecido como o Menestrel das Alagoas, sim esta mesma Alagoas de onde vem alguns dos maiores constrangimentos da nação, entre os quais o senador de carreira – depois que eles lançam suas garras no poder, tal qual carrapatos, só saem de lá mortos –  Renan Calheiros. Esse Calheiros, ministro da justiça (arg!) do governo FHC, protagonista de mais de um escândalo, todos bem documentados e expostos exaustivamente pela imprensa nacional, está de volta ao assento de presidente do Senado! Que país é este? Até quando teremos que aturar tanta vergonha? Como um parlamentar com a ficha suja escapa de um processo do Conselho de Ética do senado, retorna, e ainda é eleito presidente dessa mesma casa?  Segundo Veja,

“Embora absolvido pelos pares, Renan não se livrou da Justiça. Em 2010, o STF aceitou pedido da Procuradoria-Geral da República e abriu inquérito para investigar o senador por improbidade administrativa e tráfico de influência. O caso corre sob segredo de Justiça e tem como relator o ministro Ricardo Lewandowski. Em 2011, o Ministério Público Federal em Brasília abriu inquérito para apurar o pagamento da pensão alimentícia da filha de Renan pelo lobista Cláudio Gontijo. Em janeiro do ano seguinte, o MP encaminhou uma denúncia ao STF contra o senador pelos crimes de falsidade ideológica, uso de documentos falsos e peculato. De acordo com o parecer, Renan apresentou, em 2007, notas fiscais frias relacionadas à venda de bois. O parecer da promotoria fora pedido pelo próprio Supremo. Em fevereiro de 2013, foi alçado por seus pares à presidência do Senado.”

Pois, pouco adiantou a mobilização de milhares de brasileiros indignados colhendo assinaturas para um abaixo assinado contra a eleição desse inimigo da ética. Lá está assentado na cadeira principesca de presidente da mais alta casa (4º cargo mais importante da república); Suas associações com outro carrapato, aquele do bigode, confirmam mais uma vez o quadro de empesteamento do Planalto por uma dinastia carrapatesca que pelo jeito vai nos deixar muito indignados ainda por muitos anos.  Mas, como diz a reportagem de Veja, há um inquérito correndo sob segredo de justiça. Um  linha dura como o Barbosa à testa do STF poderia estragar a festa. Haja inseticida. Sonhemos!

2 comentários sobre “Carrapatos

  1. é pastor luiz,sonhemos…

  2. Pelo artigo Pr. Luiz.
    Expressa de forma bem entendida tudo que gostaria de falar.
    Realmente e’ uma vergonha, fico imaginando o julgamento do STde Deus dos quais nenhum destes podera escapar.
    Que o Senhor tenha misericordia das nacoes.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s