O Gênio da Lâmpada

O Gênio da Lâmpada

Por Luiz Leite

Não é a linha deste blog atacar pessoas ou instituições. Sinto-me, entretanto, no dever de combater idéias, ainda que não seja contado entre aqueles que ostentam credenciais oficiais de apologeta. A ortodoxia não tem a última palavra em todas as questões de ordem doutrinária, é verdade. Qualquer servo de Deus que tenha atingido relativa maturidade há de reconhecer humildemente que determinadas questões de grande complexidade não podem ser resolvidas pela canetada de um dos catecismos desta ou daquela confissão denominacional. Daí, entretanto, a tripudiar sobre a revelação e publicar o que se quer sobre as Escrituras, é um atentado grave.

Há um bom consenso formado entre os mais diversos grupos confessionais no campo da Pneumatologia (Doutrina do Espírito Santo). O respeito devido à terceira pessoa da Trindade assim já foi há muito estabelecido. Dia desses, entretanto, ao ligar o rádio no meu carro haveria de ser surpreendido a ponto de não acreditar no que ouvia. O dono de certo grupo religioso conseguiu a proeza de me deixar boquiaberto ao publicar mais uma de suas pérolas.

Todo estudioso sério das Escrituras sabe bem que a alegoria é um método que demanda muitíssimo cuidado quando aplicado na interpretação dos textos sagrados. Pois qual não foi minha curiosidade ao ouvir o bispo começar sua prédica invocando um conto das arábias. A princípio pensei que usaria o conto de Aladim e sua lâmpada maravilhosa como recurso didático em sua pregação. Após contar abreviadamente a fantástica estória do achado mágico de Aladim, o bispo simplesmente fez a ponte mais louca que já vi para aplicar a ilustração a uma verdade bíblica. Afirmou, para o meu completo espanto, como se recebendo um revelação profunda: “O gênio da lâmpada é o Espírito Santo!” Enquanto me contorcia ao volante como que acometido por uma forte crise renal ao ouvir tamanha baboseira, o bispo repetiu: “Sim, o Espírito Santo é o gênio…”

Não podia acreditar no que estava ouvindo. Pensava enquanto dirigia: “Não é verdade que este homem esteja dizendo isto!” Infelizmente estava enganado. O homem estava falando sério. Afirmava em seu “ensino”: O Espírito Santo é o gênio da lâmpada… Ora, é sabido de todos que o gênio é uma representação/tipo da velha serpente que oferece ao homem aquilo que pedir o seu coração concupiscente. O que ficava semeado de modo direto é que se seus ouvintes quisessem ter um gênio da lâmpada tal como Aladim, bastaria entrar na campanha da igreja e pronto. Receba o seu gênio!!! Implícito, estava veiculado de modo nem um pouco subliminar que, como Aladim, o caro ouvinte ao receber o “espírito santo”, teria o seu próprio gênio, podendo fazer uso de todas as possibilidades que uma condição tal proporciona. A heresia que um dia se propôs velada, hoje apresenta-se escrachada… Os tempos da apostasia estão aí. Os fatos falam por si.

6 comentários sobre “O Gênio da Lâmpada

  1. Os apostatas oferecem o que o povo gosta. A igreja atraiu com meios carnais homens carnais e agora para segura-los utiliza meios mais carnais ainda. Temos uma igreja cheias de sinpatizantes de Jesus: a culpa é nossa. O nosso silencio nós condana. A nossa soberba (achando que nós sabemos mais que o outro) nós condana. O nosso despreparo biblico nós condana. A nossa pratica cristã e o nosso testemunho nós condana. Quantas pessoas, cada um de nós, com a nossa postura, escandalizamos ou afastamos do evangelho ou da igreja? Nós não cuidamos do nosso rebanho como Jesus nós ensinou:: somos pessimos imitadores do Mestre. Nem precisa mais chegar ao limite do bispo “genio” para estragar o evengelho e as pessoas que a ele se aproximam. È somente pensar que o que estamos fazendo é a vontade do Espirito Santo quando ao contrario é pensamento e agir humano. Falamos que Jesus é o dono das nossas igrejas….mentira ou auto engano! Nós mandamos nas nossas igrejas: Jesus é convidado algumas vezes….Tudo aquilo que é feito pelo pastores é sempre em nome de Deus…será assim mesmo? A nossa cultura, o nosso ego, parece ainda muito forte…A igreja é lugar de cura? Porque encontro também pessoas machucadas pela igreja, irmãos e pastores? Nem todos eles congregavam na igreja do bispo ” aladin”, tá?

    Um abraço
    Matteo Attorre

  2. caro matteo,
    o artigo não trata da igreja, de sua estrutura e desestrutura, mas de uma aberração doutrinária específica.
    quanto a igreja, sei que é difícil para muitos identificá-la neste caos generalizado mas acredite, ela está lá.
    nosso desafio é discernir a IGREJA dentro da igreja… E continuar apaixonado pela IGREJA apesar da igreja.
    grande abraço

  3. Hello Meu Pastor Amado,

    O nosso Bispo,só esqueceu de dizer quem era o Ali baba, porque pelos um dos 40 ladrões nós, já descobrimos. Ora Vem Senhor Jesus.

    Vander Guerhardt.
    New York – USA.

  4. O bispo Aladin com as suas aberrações doutrinarias representa aos olhos do perdido e do necessitado, a Igreja. A igreja visivel é fruto tambem de estas aberraçoes doutrinarias. Quando a teologia não é saudavel e o pregador se atreva a pregar um Evangelho antropocentrico, a igreja como corpo sofre. Não tem como separar a igreja das pessoas que a lideram.
    Em Cristo

  5. que DEUStenha misericordia daqueles que ouvem essas aberrações teologicas…

  6. É triste mas ja o ouvi tambem atribuir o dom de linguas a açoes de espíritos malignos. Minha oração é que O senhor abra os olhos dos nossos irmãos que estão “comendo” estas menssagens humanisadas e carnais.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s