Um convite à reflexão

Um convite a reflexão

Por Luiz Leite

Deixe o ímpio o seu caminho, e o homem maligno, os seus pensamentos e se converta ao SENHOR, que se compadecerá dele; torne para o nosso Deus, porque grandioso é em perdoar. Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos, os meus caminhos, diz o SENHOR. Porque, assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos, mais altos do que os vossos pensamentos.” 

O que aconteceria se pudéssemos pensar um pouco mais como Deus pensa? Seria possível tal coisa? Talvez isto seja complexo demais. Que tal então se conseguíssemos pelo menos “pensar”? Maravilho-me diante dos desdobramentos desta aparentemente tola conjectura! Se observarmos bem descobriremos que a maioria simplesmente não pensa. Os que se esforçam um pouco para pensar acabando se perdendo nos labirintos dos processos mentais e mal se dão conta da inconsistência de seus próprios “pensamentos”. Alguém poderia dizer: “Mas como não pensamos? Vê quanta coisa temos criado? É verdade, mas pensar para construir máquinas e prédios, não é a mesma coisa que pensar para construir a vida, e é disto que tratamos aqui.

Não pensamos. Quando o fazemos, fazemos de modo errado. Nossa lógica nos trai constantemente. Esta é a verdade crua que fere como uma navalha a pretensão homo sapiens sapiens. Os filantropos protestarão enraivecidos. Que absurdo! Entretanto, a nota de protesto, ouso dizer, não terá sido construída a partir de uma reflexão inteligente. Terá sido apenas uma reação a esta provocação. É isto. Geralmente agimos por instinto! Não pensamos. Simplesmente reagimos às provocações da vida, e isto fazemos sem pensar! Quando pensamos, pensamos numa frequencia baixa, mal elaborada, frequentemente influenciada por emoções erradas…

O convite do Senhor em Isaias é: Deixe o ímpio seu caminho e o homem maligno seus pensamentos e se converta ao senhor… É como se o Senhor estivesse dizendo: Abandona esse seu jeito de fazer as coisas e pensar os processos! Seu modo de fazer e pensar estão equivocados e por isso voce se aflige tanto. Tenho um modo de agir e pensar que vai revolucionar sua vida. Converta-se. Setecentos anos mais tarde vamos encontrar o eco deste convite nas palavras de Jesus.

“Então, disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz e siga-me; porque aquele que quiser salvar a sua vida perdê-la-á, e quem perder a sua vida por amor de mim achá-la-á. Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a sua alma? Ou que dará o homem em recompensa da sua alma?”

Temos uma dificuldade imensa em lidar com esse texto. Talvez este seja um dos momentos mais poderosos e também mais mal compreendidos de toda a bíblia. Negar-se a si mesmo… Como o ego é dotado de um instinto apuradíssimo de sobrevivência, esse convite soa no mínimo indigesto. Entretanto, o convite e desafio é uma das mais fascinantes propostas que alguém poderia receber.

Negar-se a si mesmo significa abandonar o caminho ímpio e os pensamentos malignos aos quais Isaias se refere. Talvez alguém diga: “Mas não sou ímpio e muito menos homem perverso; isto não se aplica a mim.” Ainda que isto seja verdade, do ponto de vista teológico, é possível que nosso modo de agir e pensar ainda obedeça aos padrões do homem velho, ímpio e perverso.

A maioria recua ante o desafio de negar-se a si mesmo para seguir Jesus. Em verdade, no contexto da religião cristã um número imenso de pessoas não sabe o que é isto de fato. Permanecem ainda tendo suas vidas regidas por um ego doente e cheio de inconsistências. Negar-se a si mesmo é inteligente. É exonerar a “banda podre”, é demitir a porção deste ego, que  na cadeira de primeiro-ministro tem desenvolvido uma gestão marcada pela inépcia administrativa. Os recursos de que dispomos tem sido utilizados de maneira errada e desleixada, deixando-nos cada vez mais empobrecidos. Como um daqueles governantes ditadores de países que são verdadeiros desastres economicos e administrativos, que fazem-se onipresentes por todas cena através de estátuas e quadros grandiosos, projetando uma falsa idéia de importância, assim opera nosso ego.

É exatamente aí que Jesus vem trazer este ensino pouco compreendido e duramente resistido sobre negar-se a si mesmo! Sob a gerência ditatorial deste péssimo primeiro ministro conheceremos o desastre. Pense e reflita. Não sinta e reaja. Jesus incomoda por não revidar as provocações dos seus algozes. Em nenhum momento encontramos um Jesus desequilibrado em face às circunstâncias. Jesus simplesmente não permite que as provocações de homens ou demônios determinem o seu modo de ser e agir. Jesus é um homem que pensa.

Diante do dificílimo exercício de dar a outra face ao agressor, andar uma segunda milha, entregar a tùnica ao que pede a capa, perdoar as impossíveis setenta vezes sete situações ultraje, vemo-nos atordoados… Não conseguímos assimilar suavemente tal padrão de comportamento. De saída julgamos impossível na prática. Pois o que Jesus intenciona com esse ensino é nos levar a pensar. Em outras palavras: Não reaja. Pense primeiro. Não conceda ao outro, ou às circunstâncias, o direito de conduzir seus atos. Reaja e seja um capacho de homens. Pense e seja um agente ativo de sua própria história!

Deixe o ímpio seu caminho e o homem perverso seus pensamentos e converta-se ao Senhor… Eis o caminho da vida, da libertação, da vitória plena!  Quando nos desvinculamos desse ego desequilibrado e cheio de medos, podemos entao tomar nossa cruz e seguir Jesus. Em seu caminho tudo é radicalmente diferente!

Anúncios

Um comentário sobre “Um convite à reflexão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s