À Prova de Tragédias

 

 

 

 

 

 

 

À Prova de Tragédias

Por Luiz Leite

Estamos tão anestesiados pela mídia e expostos a uma descarga tão massiva de eventos trágicos no dia a dia que até parece que ficamos  “à prova de tragédias”. A tragédia que sacudiu o Japão foi  capaz de deixar muita gente impressionada, mas não vi ninguém consternado com a dor dos japoneses. Estamos nos tornando cada vez mais insensíveis à dor do próximo. 

Será que as imagens que revelam o caos em que o Japão se tornou nos últimos dias não nos levaram a derramar uma lágrima sequer? Deveria. Talvez alguém argumente que o Japão, afinal, não é país simpático e que seu caráter beligerante é responsável por essa reação fria por parte da comunidade internacional. O pesar não se mostrou expressivo, alguém poderia conjecturar, porque afinal eles são muito ricos e também arrogantes.

E no caso do Haiti, qual seria a justificativa? talvez porque sejam muito idólatras e retrógrados… É mesmo assim. Ignoramos a dor do outro até o dia que a tragédia nos bate à porta. Talvez não tenhamos derramado lágrimas pelos milhares de milhares vitimados pelas tragédias no Haiti e Japão, mas certamente experimentamos uma dor lancinante quando nossa manhã de quinta feira nublou-se com as notícias das 12 crianças ceifadas brutalmente no Rio; Provavelmente voce também foi visitado por uma aflição do tamanho do mundo ao ver o rostinho das meninas assassinadas friamente em Cunha, no estado de São Paulo, ou ainda…

Bom, se sua alma não se agitou pesarosamente dentro de voce pelos eventos mencionados, se seus olhos não derramaram uma lágrima sequer, se um suspiro sentido não brotou do fundo de suas entranhas então, parabéns, ou melhor, meus pêsames, voce realmente está blindado, à prova de tragédias! 

Ps.: Não conheci a Laryssa mas não pude conter as lágrimas ao pensar nela ao terminar esse post.

4 comentários sobre “À Prova de Tragédias

  1. Eu chorei!!! E fiquei feliz pois pensei exatamente isso.
    Senti que, graças a Deus, não estava insensível a tudo, pois nos casos do Haiti, Rio de Janeiro e do Japão não senti nada. Desde aquele instante eu estranhei a situação pensando: “Como eu não posso sentir nada vendo toda esta tragédia?”.

    Mas, é preocupante saber que estamos ficando insensíveis não somente as tragédias mas também ao pecado. Vemos diariamente na nossa sociedade e televisão; corrupção, violência, vícios, desigualdades, impureza, lascívia e tantas outras barbáries. Como não ficar comovido ao ver a cracolândia em SP e em tantos outros lugares do nosso país, ou nossos jovens sendo tratados literalmente como lixos por satanás, ou a destruição dos valores familiares como algo comum e atual, ou crianças pedindo esmolas no semáforo, ou pessoas que nem socorre a sua saúde tem no SUS do nosso pais, ou pessoas que continuam morrendo de fome e sede no Brasil, áfrica e Ásia (como alguém em pleno século XXI ainda pode morrer de fome e sede??????????????? Eu sinceramente não consigo compreender), ou …………………………………………………………………….., ou ………………………………………………….., ou ……………………………….., ou …………………………………………… ou …………………………………………………. ou ………………………………………………….., ou ………………………………………………. , ou ………………………………………………… , ou ……………………………………………………
    , ou …………………………………… , ou ……………………………………………………….. , ou ………………………………………………………….. , ou ………………………………….. , ou ………………………………………….. , ou ……………………………………………………….. , ou ……………………………………………………………………..

    Só realmente um sacrifício e amor tão grande quanto de Jesus para encobrir esta multidão de pecados.
    Que Deus tenha misericórdia de mim, de sua Igreja calada e que não chora, e principalmente daqueles que estão perdidos.

  2. estamos nos tornando pessoas frias e nos afastando de sermos “parecidos” com CRISTO ,que ELE tenha misericordia de nós que dizemos ser sua igreja.

  3. Ai de mim!

  4. Ai de mim!!! Meu Deus…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s