O Czar, a Rússia e a Bíblia

Russia-c

O Czar, a Rússia e a Bíblia

Por Luiz Leite

É curioso como todos conhecem a história da invasão da Rússia pelas tropas de Napoleão em 1808; Fala-se de como o famoso “inverno” russo derrotou os franceses e os obrigou a baterem em retirada. O que as pessoas não sabem e os historiadores não contam é o que está por trás dos fatos.

Os relatos históricos não nos falam de como Alexandre I, angustiado em face a ameaça de invasão por um exército imbatível, se viu levado a buscar conselho e consolo em um amigo, príncipe, que havia se convertido ao Evangelho. O príncipe Galitzin, amigo de juventude do imperador, teve uma conversão que impressionou o Czar.

A guerra devastou a Rússia e as tropas da França chegaram aos portões da velha Moscou. Apesar da superioridade bélica francesa, o curso da guerra haveria de sofrer uma mudança dramática alguns anos mais tarde; Os agressores franceses foram sendo batidos em todas as frentes. Napoleão invadira a Rússia, como havia ameaçado, mas sofreria uma derrota estrondosa. Sua queda na Rússia deu provas de que a máquina de guerra francesa não era invencível como se imaginava.

Para Alexandre I, que conhecia o poder de fogo dos franceses e tinha visto como numa investida ousada, em pouco tempo, as tropas de Napoleão tinham empurrado suas defesas para o interior do país, aquilo só poderia ser a mão de Deus. Tornou-se, depois disso, fiel ao Evangelho e levava sempre consigo a Bíblia, a qual lia diariamente. Evangelizado por Galitzin voltou-se para Deus em seu desespero. Escreveu:

“Eu devorava a Bíblia, e suas palavras deram consolo ao meu coração. Na sua imensa graça, o nosso Senhor abriu meus olhos de modo que eu entendi o que li. Esta edificação, esta luz interior e muitas outras bênçãos tenho de agradecer à leitura das Sagradas Escrituras.”

O impensável anos antes aconteceria em 11 de setembro de 1805, quando os russos marcharam sobre uma França. De derrotados a vencedores, os russos se levantaram numa das maiores reviravoltas na história de todas as guerras.

Um dos gestos mais impressionantes dessa guerra, algo nunca antes visto pelos soldados russos, estava para acontecer após a invasão da França. O imperador, depois de passar em revista seus 150 mil homens, ajoelhou-se perante a tropa e deu graças a Deus pela vitória, tributando ao Senhor toda glória pela conquista.

A Rússia estava sendo visitada pela mais preciosa oportunidade. A sociedade bíblica russa, fundada em 1812 por iniciativa inglesa, teve apoio maciço do imperador. O príncipe Galitzin, amigo crente de Alexandre I, foi apontado como presidente da sociedade, mas a Igreja Ortodoxa Russa sentindo-se ameaçada moveu tal campanha contra a entidade protestante que o imperador não pode resistir e assim acabaram impedindo a distribuição das Escrituras no país.

Cerca de cem anos após fecharem as portas ao Evangelho, abriram os portões da nação para o Comunismo. Com os comunistas no poder a Bíblia foi banida e a fé cristã foi reprimida de maneira sistemática e o violenta, trazendo grande destruição ao povo russo. O desastre do Comunismo foi permissão de Deus. Deus é justo. Sempre. Se escavarmos as bases dos grandes desastres sempre encontraremos os vestígios da bondade divina e as marcas inconfundíveis da rebeldia humana.

19 comentários sobre “O Czar, a Rússia e a Bíblia

  1. Se escavarmos as bases dos grandes desastres sempre encontraremos os vestígios da bondade divina e as marcas inconfundíveis da rebeldia humana.
    Esta frase, Luiz resume a história da humanidade. Parabéns. Bom texto.
    Pastor João

  2. Obrigado pastor João. Sua visita ao meu blog é uma honra.
    Abração!

  3. È incrível como Deus continua sendo o protagonista da história e nós os humanos meros espectadores e aprendizes.A intervenção de Deus muda o rumo da história e das pessoas!!!Ótimo,pastor Luiz. Abraço.
    Anirsis.

  4. não é fantástico anirsis! Ele é o Senhor da história! abraços

  5. Seria bom colocar a fonte dessa informação tão relevante!
    Obrigado

    Jucimar

  6. colocarei…

  7. O interessante é saber que como a proposta de Deus está envolvida diretamente com a existência do homem.Todas essas guerras vem para confrontar homem com relação a Deus.Gloria a Deus por essas historias.

  8. Valeu Nandão! Abração!

  9. linda a história.
    Deus é fiel, e faz o que for necessário para cumprir os seus designios.
    Continui editando informações assim tão especiais.
    Que o eterno te abençoe>

  10. Obrigado Vera. Que o Senhor te abençoe tambem!

  11. legal samuel! fique a vontade.

  12. Vou fazer uma visita ao site indicado. Abração!

  13. Pingback: O que andam dizendo do Dedo de Prosa « um dedo de prosa

  14. Pingback: Cinco Artigos Escolhidos « um dedo de prosa

  15. Mas historia linda,o mais lindo e ver como DEUS aje atraves da historia, ta bonito parabens.

  16. valeu primo! vê se aparece mais vezes!

  17. SÓ PRECISAMOS ESTAMOS ATENTO AO QUE FEZ NA HISTÓRIA E AINDA ESTÁ FAZENDO. ESTE É O NOSSO DEUS GRANDE E PODEROSO

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s