Troque seu cachorro por uma criança pobre.

dog_world

Vida de Cão

Por Luiz Leite

Quando, nos idos dos anos 80, Eduardo Dusek cantava “Troque seu cachorro por uma criança pobre”, o público ria do besteirol do roqueiro sem se dar conta de que por trás da música aparentemente engraçada havia um protesto que de engraçado nada tinha.

Quando li na revista Ultimato dia desses acerca dos bilhões de dólares gastos anualmente (pasme! bilhões!!) com animais de estimação, sendo que de longe a maior vedete desse cenário é o canis lupus familiaris, acordei para um dos maiores contrassenso da sociedade ocidental. Não que eu seja contra os queridos vira-latas… (em viagem pelo Oriente até pensei em experimentar o guizado canino, mas desisti.)

Sem dúvida, a super bem-sucedida parceria de 12 mil anos entre o homem e o cão (suspeita-se que aprendemos a nos organizar socialmente observando os ancestrais deles) é um forte argumento para justificar a conta. Quando, entretanto, voltamos os olhos para os meninos e meninas de rua, cujas vidas pequenas estão definhando nas esquinas e descobrimos que esses bilhões poderiam resgatar milhões desses pequeninos seres humanos da fome e desamparo agudos, urge que se faça considerações a respeito.

Segundo a Ultimato US$ 3.300.000.000 de dólares foi quanto o Brasil movimentou no ano de 2009 com o “pet business”. Incluídos aí todos os gastos com animais de estimação, tais como alimentação requintada, cuidados médicos, embelezamento, diversão, roupas, jóias etc.

Se dispensássemos dessa cifra bilionária 3 dólares por dia para cada um desses pequeninos desafortunados, recuperaríamos com essa montanha de dólares milhões deles que, por falta de uma dieta básica que se poderia obter com essa quantia, está fadada a uma existência lesada, uma vez que já na sua primeira infância lhes falta o suprimento nutricional necessário para um desenvolvimento adequado.

Alguém já disse que a elite desse país é burra. Se considerarmos que o menino abandonado de hoje poderá vir a ser o marginal de amanhã, tão somente porque tivemos a capacidade de gastar bilhões com cachorros e desprezamos nossas crianças, então teremos que engolir a seco o constrangimento de ter que conviver com a cena deprimente de uma desigualdade social absurda cobrando o pedágio em nossos semáforos e sob as marquises dos prédios de nossas avenidas mais arrogantes.

Problemas são solucionados com políticas próprias e dinheiro. Faça a sua parte.

Troque seu cachorro (uauuu)
Troque seu cachorro (uauuu)
Troque seu cachorro por uma criança pobre

(…)

Seja mais humano, seja menos canino
Dê guarita pro cachorro, mas também dê pro menino
Se não um dia desse você vai amanhecer latindo, uau, uau, uau

Troque seu cachorro por uma criança pobre (Baptuba, uap baptuba)
Sem parente, sem carinho, sem ramo, sem cobre (Baptuba, uap baptuba)
Deixe na história de sua vida uma notícia nobre

 

11 comentários sobre “Troque seu cachorro por uma criança pobre.

  1. Não poderia concordar menos com vc meu primo, não mesmo…O pior são os que além de gastar tanto com os peludos, às vezes até mesmo o tratam como integrantes humanos da família…
    Estes bichos lambem as partes genitais, comem tudo que acham ( calangos, taruiras, baratas, fezes, papel higiênico [usado] e por ai vai, meu estômago embrulhou ) e ainda assim dão aquela bela lambida na cara de seu dono desavisado ( alguns retribuem o carinho ), sobem na cama, soltam pelo pela casa…Bom, não sou contra animais de estimação, mas sou muito mais a favor não tê-los…Mas acho que quem tem, deveria tê-los como animais. Não se rebaixem a eles…parem de tratar estes bichos como gente. NÃO DEIXEM QUE ELES PASSEM A LIGUA EM VCS….Eca…rsrsrsrs. A graça e a paz meu primo!

  2. Falou e disse Crys… dei risada…muita… abração!!

  3. Pingback: Fique por dentro Cachorro » Blog Archive » Troque seu cachorro por uma criança pobre. « um dedo de prosa

  4. Pior são os que falam isso e não ajudam sequer uma criança pobre… e gastam o dinheiro com futilidades. Quem tem bicho tem que cuidar direito sim e dar conforto, é obrigação. Tem gastos sim: veterinário, ração de boa qualidade, brinquedos para entretê-lo, arranjar um lugar decente para ele dormir. Isso é obrigatório se a pessoa escolheu ter o bicho. E ei, humanos costumam também lamber partes genitais dos outros. Eca! Tem uns que vão ao banheiro e nem as mãos lavam, e eles estão por toda a parte, pegando na sua mão e beijando seu rosto. Meus cães são, sem dúvida, mais higiênicos. E muito menos hipócritas. Saudações.

  5. Voce tem razão daniel… quem tem cachorro tem que cuidar sim… mas entre o cuidado com o animal e o exagero absurdo de roupas, jóias, psicólogos e hotéis caninos… o que está acontecendo conosco???? voce não identifica algo estranho e até mesmo patológico neste comportamento?? saudações

  6. ai que coisa orrorosa que fizerao com o cachorro avacalharao com ele pobrizinho mais valia ter deixado ele todo coberto de pelos nehh ficaria mias bunitinho acham que os caes sao infeites que coisa feia mais nehh o que eu posso fazer nehh deixa pra la.

  7. Só imagino metade dessa grana sendo gasta para ajudar outros humanos.

    E Daniel, em que cidade você vive rapaz, nessa terra sua aí devem todos ser muito sujos, se são menos higiênicos que cães. Aqui aonde eu moro não é assim…
    Só uma pequena minoria tem ações assim e não são elogiados por isso, nem vejo outros gastando bilhões futilmente para embelezá-los… Não que eu queira que não cuidem de cães (ou outros animais), mas sim que se reduza o número, ou pelo menos que não siga aumentando.

  8. Ótimo texto!
    Parabéns!

  9. cachorro tem que ser tratado como cachorro, cachorro não se importa com a marca do shampoo,da roupinha, da ração, não se importa com jóias ora façam o favor aos seus cães trate-os como cães, amo meu cachorro não me lembro de um momento da minha vida que não tivesse um cachorro por perto, mas sempre os tratei do jeito que eles gostavam como cachorros, e as criancinhas pobres, podemos ajudar? sim, aprendendo a votar e a protestar contra uma porção de roubalheira que acontece de baixo dos nossos narizes e seguimos passivos a tudo o que acontece em nossas caras e não fazemos coisa alguma, apenas nos preocupando com nossas vidas, cada vez mais nossas, cada vez mais individualista, e que se dane como vai ficar esse mundo para nossos filhos , vamos ganhar dinheiro e curtir a vida!!!!!!!!!!

  10. Bom, isso é uma questão de opinião, eu sou da opinião que prefiro ajudar uma criatura sem malícia e inocente, então sou dos que preferem ajudar aos animais do que aos humanos. Pois hipocrisia me enoja e aposto que quem posta esse tipo de notícia também tem algum tipo de gastos fútil(bebidas,cigarros, gula etc etc) então também poderia cortar suas futilidades para ajudar o próximo.

  11. Valeu Eder. Enfim, quem não é hipocrita né?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s