Another year is over

180px-francesco_salviati_005

Chronos e Kairós

By Luiz Leite

Os gregos tinham, entre outros termos, duas palavras especiais para referir-se ao tempo, Chronos e Kairós. Usavam-nas para especificar duas “modalidades” de tempo. O primeiro, Chronos, referia-se ao tempo sequencial, quantitativo, aquele que se conta; O segundo, o Kairós, por sua vez, diz respeito a um “tempo” dentro do tempo. É o momento certo, quando os fatores convergem de forma harmônica, produzindo a sensação de que a bênção chegou!

Ao passo que Kairós era apenas um conceito na mentalidade grega antiga, Chronos era uma divindade que personificava e regia o tempo. Vestígios desse deus morto encontram-se presentes em nosso calendário em palavras como cronômetro, cronograma, cronologia, etc…

O passar dos anos parece incomodar a maioria das pessoas. A marcha inexorável do tempo vai paulatina, mas implacavelmente nos “devorando”… Vamos envelhecendo e sentindo que no processo estamos perdendo algumas coisas que nos são mui caras e que preferiríamos ter para sempre conosco.

Chronos devora as pessoas. Come-lhes as carnes. Aqueles que estão sob o seu governo estão sujeitos a muita ansiedade pois nada podem fazer, ainda que se esforcem pateticamente para se manterem jovens, nutrindo o mito imatável da eterna juventude… Enquanto houver mundo os homens vão buscar meios que lhes garantam um “tempo extra”. Bobagem.

Com respeito à tal ação corrosiva do passar dos anos, só há um meio de escapar à tão terrível ditadura, que é submetendo-se ao governo do Kairós, aquele “tempo” fora do tempo, que não se mede por calendário solar ou lunar… Somente assim podemos nos ver livres das garras de Chronos e deixarmos de ser reféns da contagem das horas na ampulheta das eras.

Em síntese pode-se dizer que o tempo humano (medido) é descrito em anos e suas estações, horas e suas divisões, enquanto o termo Kairós (na leitura teológica) descreve “o tempo de Deus”, que não pode ser medido.

Se voce estiver debaixo dos ditames de Chronos, a sensação de ver mais um ano passar, pode ser angustiosa, pois muitos são aqueles que não se agradam nem um pouco de estarem às portas de mais um aniversário. Se voce, entretanto, estiver sob o domínio de Kairós, então mais um ano no calendário nada significa. Ansiedades minoradas, alma livre.

Sobre aqueles aos quais Chronos domina paira uma sombria expectação de velhice e morte; Aqueles, todavia, que se coloraram sob a direção do Kairós, experimentam uma expectativa de que algo maravilhoso e absolutamente grande ainda está por começar!

Feliz ano novo! Sob o governo de DEUS, é óbvio. Fora do Reino não há nem pode haver um ano novo de fato, e muito menos feliz!

Anúncios

13 comentários sobre “Another year is over

  1. Pr Luiz,kairós,aqui você se refere ao tempo de Deus?Ao tempo da graça?Somos seres ansiosos e esperar no tempo de Deus gera muitas vezes frustrações,ansiedades,incredulidade.Precisamos a cada dia exercitar nossa paciência uma das virtudes principais dos cristãos.Ele é o Senhor do tempo e das estações.Abraços.

  2. Pr Luiz,acabei de ler que Kairós é o tempo de Deus,obrigada.

  3. É isso Anirsis… o tempo de DEUS, a ocasiao oportuna…abração!

  4. Pr Luiz, durante muitos anos de minha vida estive debaixo da escravidão do chronos. Não tinha tempo pra nada, corria de um lado pro outro, puro ativismo, e nunca me sentia realizada, pois estava sempre achando que Deus demorava pra me responder. Mas, há 9 anos Papaizinho (do céu) me mostrou com muito amor e carinho que eu precisava viver no Kairós, aguardando o tempo de Deus, que não chega antecipado e nem atrasado, mas no momento certo. Hoje posso desfrutar de uma paz que antes não tinha, pois vivo no centro da vontade de Deus.
    Que Deus continue te abençoando pra que sempre escrevas coisas edificantes.

  5. QUe bom que vc está livre daquele tirano!! abração

  6. Causa espanto ler que precisamos cotidianamente exercitar nossa paciência por ser ela uma das pricipais virtudes cristãs. Se não há engano de minha parte, a prefalada virtude não surge na vida do cristão pelo exercitar humano. Sua fonte de aquisição é outra, ela é o produto final de muitas tribulações na vida cristã, haja vista os textos de Romanos 5, e Tiago cap. 01. Não fosse as muitas tribulações pelas quais somos adestrados para a vida no Reino de Deus, seriamos verdadeiros Pit Bulls à solta nesse canil terreno que chamamos “planeta terra”, que; diga-se de passagem, apesar de haver em muitos a esperança dela se acabar, as escrituras veementemente afirmam que a mesmo durará para sempre. “Geração vai e geração vem; mas a terra permanece para sempre – Eclesiastes 1:4. O pessoal que gosta de uma explosãozinha final, tipo “Osama Bim Laden”, talvez, ainda, (caramba!! tenho uma dificuldade com vírgulas, que dá dó.) quem sabe um Big Bang ao avesso, imaginam que Pedro era um terrorista do 1º século, e, portanto, avisou a cristandade de então com relação ao fato do fim do mundo com as palavras de sua segunda epístola no cap. 3, contudo, quando se vai as escrituras e as compara com as outras escrituras, ou seja: com os profetas do AT, tem-se a exatidão da narrativa do apóstolo – ” a terra não acaba, porquanto o mundo da época de Noé acabou (pela qual veio a perecer o mundo daquele tempo, afogado em águas – 2ªPe. 3:6), todavia, a terra e os céus continuaram a ser a terra e os céus. Céus!! Isso tá parecendo escatologia. Boa Noite!!

  7. caramba Zé! Seus comentários são ótimos… às vezes, entretanto, não vejo a relação com o meu post… valeu! Abração!

  8. É, você está coberto de razão Luiz..vezes e outrtas, entretando, também não vejo o que você viu com relação ao seu post… acho qu’eu estou do lado que é do lado de lá do avesso do contrário do sentido inverso do que eu quero falar!!! 1001 desculpas.

  9. desculpado… com risos sobre o avesso do contrário… pra lá de Marrakesh..rsss

  10. Você é extremamente hábil na palavra escrita, minhas congratulações. Eu, me espremo….entre, nem uma coisa nem outra. Falo por ter boca, escrevo por ter mãos, e admiro essa página por ter bom gosto. Abraços.

  11. uauuu! com um comentário desses de vez em quando vou acabar realmente acreditando que vai a pena continuar rabiscando minhas palavrinhas e procurando, por respeito a leitores como voce, não cair em verborragia inútil…obrigado!

  12. não li todo o conteúdo,mas sei que vai ser uma benção pra minha vida.Depois comentarei com mais profundidade.no amor de CRISTO,até

  13. bem vindo Roberto. Leia sim todo o conteudo. sem duvida será uma bênçao.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s