Convite à Revolução!

Convite à Revolução

Por Luiz C Leite

Tudo é possível ao que crê. Essa é sem dúvida uma afirmação estonteante! Não temos e provavelmente jamais teremos idéia do que Jesus estava querendo dizer com essas palavras! Fato é que ele está se referindo a uma grande e inimaginavelmente insondada capacidade inerente ao ser humano.

Somos criaturas dotadas de uma mente maravilhosa, infinita, mas tragicamente aleijada pela configuração limitadora que recebemos. Estamos encapsulados em um mundinho por demais medíocre e que em muito pouco corresponde a essa potencialidade incrível oculta em nosso interior.

Há placas de preconceito e intolerância por todos os lados advertindo-nos a não ultrapassarmos…Há ameaças, medos infundados, cercas, arame farpado, tudo para nos fazer lembrado que não há como intentar contra esses limites sem sairmos feridos, sangrando…

Intimidados pelas ameaças deixamo-nos domesticar (ou somos domesticados à força) pelos condicionamentos socio-político e culturais; rendemo-nos aos benefícios da conveniência, e, mansa ou covardemente nos ajeitamos preguiçosamente nas poltronas enganosas daquilo que aprendemos ser política ou religiosamente correto…

O homem não é aquilo que aparenta ser. É mais. É maior. Transcende. Transborda o seu próprio copo. O que aparenta ser é tristemente apenas aquilo que veio a ser, produto dessa configuração que o restringe e desfigura, ainda que o faça com o intento de educá-lo!

O homem assimétrico, caótico, está aprisionado na sua camisa de força cultural e não tem como escapar. Empobrecido, aleijado em seu intelecto, confuso, é um flagelo, um rascunho disforme que nem sequer se assemelha àquilo que é em essência. O que se vê é apenas o que veio a ser, jamais o que poderia ser, de fato.

Nós (voce comigo), os pensadores, estamos fadados a descobrir porque as coisas são como são, ou porque se tornaram o que se tornaram, sem contudo ter respostas substanciais que conduzam a solução definitiva para o problema. Assim sofremos. Resta-nos gritar com todas as forças, ainda que desse esforço resulte apenas um gemido sufocado, reprimido, censurado, que não concordamos com esse sistema…

Bonhoeffer, nosso herói controverso, resolveu resistir. Resolveu dar o grito. Eram tempos de extremos. Eram dias de dor. O desespero o levou à tomar uma rota, talvez inspirada pelos Zelotes, que assumia os riscos, certo de que era melhor morrer, a continuar assistindo passivamente o teatro de horrores promovido pelo III Reich.

Rogo-vos (…) não vos conformeis (…) antes, transformai-vos (…) (Rm 12) Não con-formar sugere que não tomemos a forma, não entremos na fôrma; é uma proposta subversiva, convite ao levante, à sublevação contra o cabresto… Esse é o Evangelho! O desafio é trans-formar, buscar, pela renovação da mente, a imagem e semelhança em que fomos esculpidos, e que de alguma forma se perdeu na vertigem da queda… Transforme pois, ou morra na fôrma!

Anúncios

11 comentários sobre “Convite à Revolução!

  1. Dora disse:

    Paz e Graça
    Pr. Luiz
    Temos que transformar esse gemido em um grito ensurdecedor.
    E permitirmos sermos moldados, na fôrma sermos como o Senhor deseja que façamos, transfome, renove não morra na forma. amém

  2. donizeti disse:

    A Paz Amamdo.

    No mundo de tantas reformas, sem trans-formação,precisamos de atitudes.
    Pense, tente, faça algo diferente, para quem sabe as coisas venham tomarem formas reais de uma vida real, gente sendo gente como gente é na verdade.

  3. luiz leite disse:

    Pois é cunhado…olha aí a sua veia se deixando ver! gostei desse comentario. obrigado.

  4. Ricardo Abreu disse:

    Animai-vos – disse Sócrates às vesperas do brinde de Cicuta – estão matando apenas meu corpo (Fédon 116-118). Realmente minha forma muitas vezes me incomoda. Mas desafiado pela possibilidade da superação vou me esforçando pela superação pacífica, complexa e às vezes incômoda tentando explorar as ferramentas de navegação na direção dO Alvo. Mas ao mesmo tempo em que concordo que não há limites para o homem no campo das realizações, o momento em que me sinto mais realizado e em paz ocorre no esconderijo, precisamente no atimo entre a explosão da possibilidade volitiva e a calmaria residente na compreensão da aceitação do Pai. Infinito sou quando nEle habito e pertenço na dimensão exata da minha necessidade. Nem mais, nem menos, às vezes sou multiplicado além daquilo que percebo, concebo ou idealizo um passo além da linha que separa efemeridade de gozos terrenos da infinidade de gozos eternos. Ainda que Ele possa me tornar ilimitado não há no esconderijo e no tempo precisado, nenhuma movimentação necessária para a plenitude. Ilimitado ou não, nEle estou e posso assim ser. Isso me inunda e me basta. Altas filosofias…É doido mesmo! Hugs blessed Pastor.

  5. luiz leite disse:

    Concordo com DAVI… é doido mesmo papai!! o descanso desse frenesi só mesmo NO DEUS!!

  6. Amado pastor Luiz, graça e paz.

    Edito o blog Poesia Evangélica, dedicado a resgatar e divulgar a nossa poesia.
    Tomei a liberdade de publicar dois poemas teus no blog, bem como o link para sua página.

    Que Deus continue a lhe inspirar e abençoar, em nome de Jesus.

    Um abraço fraterno do irmão Sammis

    http://poesiaevanglica.blogspot.com

  7. luiz leite disse:

    fique a vontade sammis…pode usar os textos… somente certifique-se de dar os creditos aos mesmos. abracao!

  8. Meus caros, a vida terrena tem sido um tanto sem graça!!!!!

    Por isso eu digo,empenhe-se em produzir algo,crie novos ambientes,escreva uma canção,mude o discurso,seja realista,racional,mas também espiritual,tudo isso para o REINO DE DEUS, afim de que vc seja transformado e por consequência outros sejam também.
    Tudo que disse,estou dizendo primeiro pra mim,depois segue aos demais!!!

    Obrigado Pastor Luiz pelos desafios…..não quero morrer na fôrma não uai!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s