Lei x Graça


A Lei e a Graça

Por Luiz Leite

O Evangelho segundo João registra no capítulo de número oito um dos momentos mais cruciais na história da redenção. João relata ali o encontro tenso e constrangedor entre Jesus, os mestres da Lei e os fariseus, e uma mulher surpreendida em flagrante adultério.

Os mestres da Lei e os fariseus estavam sempre buscando um meio de pegar Jesus no contra pé, eles que gostavam de uma controvérsia religiosa. Na verdade, andavam enciumados e morrendo de inveja da forma como as multidões acorriam para os lugares onde Jesus estava pregando e não mais davam atenção ao seu discurso insípido e enfadonho.

Na verdade, esse encontro entre os personagens citados, é apenas uma metáfora, representando um quadro muito mais amplo e profundo. O que temos aí não é apenas o encontro de Jesus com alguns religiosos de plantão, tentando condenar uma mulher que, sabe-se lá por quais razões, entregou-se a uma vida de volúpia e devassidão.

Esse encontro, ainda que tenha acontecido de fato é no fundo uma alegoria. O que temos aí é o confronto titânico entre a Lei e a Graça! Os fariseus e escribas de um lado representando a Lei, Jesus, do outro, representando a Graça, e a mulher pecadora no meio, representando quem?? a mulher adúltera representa a mim e a voce, a humanidade corrompida.

A Lei acusa, expõe, condena… a Graça perdoa, liberta, restaura… Os escribas querem apedrejá-la, fazendo cumprir a Lei. Jesus, entretanto, trazendo a Graça, gentilmente convida os algozes ao derredor a um exame de consciência, com uma pergunta que já se tornou proverbial: “Quem dentre vós não tiver pecado, seja este o primeiro a atirar-lhe pedra”?

Quem poderia? É óbvio que nenhum deles poderia fazê-lo. Naquele dia a hipocrisia viu-se diante de uma muralha intransponível. Com uma simples frase o Mestre dos mestres desarmou a multidão e com a elegância que lhe era peculiar dissolveu a pendenga e pôs fim à polêmica. Do mais moço ao mais velho, certamente envergonhados, todos se retiraram, deixando-o só com a mulher.

A Graça triunfou sobre a Lei e o pecador saiu livre!

Às vezes somos implacáveis com aqueles que erram, que falham conosco. No nosso direito, pois afinal nos julgamos muito corretos, desembainhamos a espada da Lei e sem misericórdia executamos o pecador. Num outro episódio a Escritura conta que Pedro, quando da prisão de Jesus, sacou da espada e feriu um dos soldados que viera prender o seu Mestre, decepando-lhe a orelha… Jesus, o príncipe da paz, diante da violência do seu mais impulsivo discípulo, disse: “Pedro, guarda a espada, porque quem com espada fere, com espada será ferido”. Poderíamos, usando um jogo de palavras, dizer que, “quem com a lei afere com a lei será aferido“… Será que somos assim tão justos?

E a mulher? o que aconteceu com a mulher? Pois bem, a mulher adúltera a quem Jesus livrou do apedrejamento naquele dia teria sido uma certa Maria de Magdala. Dessa Maria Jesus expeliu sete demônios. Pois foi essa Maria, e não João, ou Pedro, ou qualquer dos apóstolos, que teve o privilégio de ver pela primeira vez o Cristo ressurreto. Por que? Porque por onde começou a queda é que deveria ter início a redenção!

About these ads

18 comentários sobre “Lei x Graça

  1. Esta mulher era condenada pela sociedade como se não tivesse mais jeito, esses que parecem não ter mais jeito são os que mais chamam atençaõ na história porque quando a graça atua são grandes realizadores pois já conhecem o lado ruim da vida e não querem errar mais ; são misericordiosos com os outros. Agora aqueles que estão sempre na religiosidade geralmente estão na lei e sempre com a espada embanhada para ferir ou matar as aspirações alheias como acusadores imbatíveis.

    Fico pensando quantas vezes já estive sob acusações e acusei também e reconheço que muitas vezes agi sem misericórdia, mas confesso que estou fazendo um esforço enorme para pensar como Jesus e sentir como ele.
    Que Deus tenha misericórdia de todos.

  2. Graça e Paz

    Pr. luiz

    Foi muito profundo á pregação de domingo, pude fazer uma retrospectiva de minha vida, confesso para o senhor que durante um tempo foi díficil estar na graça, mas hj procuro esta na graça sempre. Qto aos que falham comigo, peço Deus para ter misericórdia deles.
    Louvo a pela tua vida, que a cada dia que passa cresço atravéz dos teu ensinamentos. AMÉM
    Que o Espírito santo continue a te usar para nós abençõar.

  3. Tá certo Jussara…já erramos tanto nessa área e precisamos nos esforçar para exercitar a misericórdia pois todos nós carecemos de misericordia.

  4. amem Dora!! é por aí querida ovelha! obrigado pelas orações!

  5. Pr. Luiz,

    A gente se encanta com Jesus! Como Ele honra a mulher!
    Durante a pregação, fiquei morrendo de pena de Eva quando o senhor mencionou como Adão devia cobrar dela, acusá-la da queda , ao longo da vida deles.

    Como é bom ter um Deus misericordioso, compassivo, perdoador. Louvo a Deus, pois não há condenação para aqueles que estão em Cristo Jesus!!! Eu não posso viver sem esse Deus. Minha alma se alegra pois sei que viverei eternamente com meu Pai Celestial, com Jesus e o Espírito Santo de Deus.

    Bye for now,
    Climene

  6. Pois é, Cli, eu sinceramente sou profundamente afetado por esse tema… Apesar da graça ter nos alcançado ainda vemos muito preconceito e acusação, mas logo estaremos com o Pai e todas essas coisas terão passado…
    Abraçao e parabéns por ter comentado o texto.

  7. E isso ai pastor…Uma vez ouvi um pastor falando: Quando apontamos um dedo para alguem, tem quatro apontados para nos…E uma metafora valida. Eu pessoalmente tenho passado por situacao igual a desta mulher, mas sei que terei minha recompensa, que e ver o Cristo ressurreto.

  8. Que a Graça do Senhor te sustente brother…

  9. maravilhoso é o ensinamento de JESUS CRISTO! deveriamos meditar sempre nesta passagem quando formos falar de alguém . DEUS não olhou para a mulher para não envergonha-la mais. Quantas vezes nossas palavras são como pedras que matam ou afastam as pessoas de nós . Temos que lembra que somos discipulos de JESUS CRISTO e ele não matava e nem afastava as pessoas. Ao contrário ele dava a vida e atraia a multidão .

  10. Até que enfim voce apareceu e deixou um comentário amigão!! e que comentário!! abração.

  11. Qual era a graça da lei? Tão somente apontar a lei da Graça, ou seja: Apontar para Cristo.

  12. Gostei do trocadilho! ótimo!

  13. Concordo com vc(palavra do SENHOR) em;
    Número,gênero e grau.
    No entanto,não podemos nos esquecer das sábias palavras do mestre:
    v:11,final, que diz;
    VAI E NÃO PEQUES MAIS.
    O permanecer na prática do pecado (creio eu),é que nos distância da maravilhosa graça.Se estou errado me corrija.

  14. tá certo roberto… essa parte nao pode ser esquecida!!

  15. Porque não comentamos que mesmo sendo dito va e não peques …esta mulher continuou sendo pecadora,porem continuou desfrutando da graça de Deus,seria bom que a graça fosse mai s destacada que a propria lei (condenação)

  16. é verdade… parece que as vezes permanecemos ainda tão legalistas quanto os fariseus!

  17. Pingback: Genealogia com Graça « um dedo de prosa

  18. Pingback: Cinco Artigos Escolhidos « um dedo de prosa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s